Jojo Todynho defende seu talento: ‘Se fosse só por causa dos peitos que estou onde estou, já tinha passado’

A cantora Jojo Todynho voltou a utilizar as redes sociais para desabafar, defender o funk e seu talento. Em vídeo publicado nesta sexta-feira (26) em sua página no Facebook, ela afima que “se fosse só por causa dos peitos que estou onde estou, já tinha passado”.

Lançado em dezembro de 2017, o funk “Que tiro foi esse”, se tornou um dos maiores candidatos a hit do carnaval, ao mesmo tempo em que foi alvo de diversas críticas.

“Eu sempre vou enaltecer as mulheres, sempre. Sempre vou lutar pelo respeito ao próximo, pelo respeito à diversidade”, afirmou a cantora no vídeo de mais de 12 minutos.

“Pros falsos moralistas, hipócritas, que dizem que são donos da ética e da moral. Deixa eu falar um negocinho aqui pra vocês. O mundo não é preconceituoso até que aparece uma Jojo. Aí o que acontece? As máscaras caem”, diz.

“Eu posso ser escrota, vulgar, mas eu não me escondo. Eu sou o que eu sou o dia inteiro. Eu não sou personagem, não maqueio as coisas. “

Jojo também aproveitou para defender o gênero de “Que tiro foi esse”, seu maior successo.

“O funk não é cultura por que? O funk é uma luz no fim do túnel para quem vem da comunidade e quer vencer, quer dar uma oportunidade melhor para sua família”, fala a cantora.

COMPARTILHAR